terça-feira, 9 de abril de 2013

antes de dormir...


o sono não tarda eu eu só queria te escrever.  Você sabe, esses dias que parece que falar não representa nada. Como se sempre ficasse faltando algo. Neste momento estou sendo vago demais e talvez lhe escrever não seja a melhor escolha. E quem sabe até amanhã eu me arrependa e ache que meus escritos foram apenas bobagens. Mas amanhã? Quando chegar eu vejo. 
Não passa das dez horas da noite. Meu corpo esta dolorido e minha cabeça parece que vai explodir. Não sei se são os problemas ou a poeira da obra da casa ao lado. Só dói. E eu estou cansada e ouvir que você esta cansado é estranho, mas também me conforta. é bom saber que não estou neste barco sozinha. Então você me diz que não tem mais planos  E  que as coisas que vejo não são o que parece. Que são apenas tentativas frustadas de tentar ser feliz. Mas que quando deita sua cabeça no travesseiro, já não sabe se foi bom ou certo. E que chora. Que sente sozinho. Que pensa em mim e sente raiva por eu não cuidar de você como você queria. Que eu me importo demais com o que os outros falam ou pensam. Que não consegue ser feliz com mais ninguém por mais que tente. Que no fundo... E então você cala e prefere não falar e fica quieto me olhando.  Então eu fico sem reação. Não sei se fico feliz ou triste. E conto qualquer bobagem pra você rir. E digo que vai ficar tudo bem. Vai passar.  E sinto que vai. Como se uma janela mágica se abrisse e fizesse o sol mais bonito. Que o chão fosse verdinho e macio. Na varanda uma rede balançando com o vento e um cheiro de lar. 
Já não sei que horas são, mas sei que meus olhos estão mais pesados. O cansaço quase me consumiu. E uma boa noite de sono vai me fazer bem. E ainda falta muito para sexta. Mas isso não é ruim. Porque amanhã vamos ver um filme e falar sobre qualquer coisa que não faça tempestade e se fizer a gente até gosta da chuva. Na verdade eu só queria que soubesse que eu estou aqui. Continuo aqui. Eu sei que eu estou querendo pular desse barco,mas as vezes o desespero bate e remar já não resolve. Só queria que soubesse. Que entendesse que não é fácil e que eu também sei que pra você também  não é . Só tinha que te contar antes de dormir.

Outras intensidades

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...