sábado, 29 de dezembro de 2012

Por aqueles dias

 Os primeiros raios de sol passavam entre as janelas do quarto claro. O mundo continuava a girar. As flores na janela continuariam a sorrir. Sorriu, por um momento e respirou a sua paz. Lembrou dele sorrindo ontem ao dançar, sorrindo também ao entrar em casa, sorrindo ao vê-la sem graça e sorridente em sua direção. Embalados pela lua e as companhias agradáveis. Eles viveram o ontem. Aquele momento. Irritou-se consigo mesma por continuar a ter sonhos de amor e tentando esvaziar a mente levantou-se e foi caminhando até a cozinha onde prepararia uma forte xícara de café e prepararia ovos mexidos. Prendeu o cabelo. Pegou sua mochila preta. Amarou uma fita vermelha no cabelo. Desligou o velho computador. Fechou os olhos ficou parada apenas  observando tudo ao seu redor antes de se aproximar e tomar coragem para abri a porta e viver.Pois não quer mais viver que nem os filmes, quer uma vida real.


sábado, 8 de dezembro de 2012

Isso é amor?


"Sei que irás chorar, lágrimas vão correr

O medo vai passar, só o tempo irá dizer
Não adiante ter tudo o que você quer..."



Deixa eu te contar uma coisa:

 Não importa o que faça,  não importa, o que é verdadeiro é para sempre. Pode afastar, mas se é pra ser um dia volta. O amor esta além do corpo, do físico. Esta na alma. Pode fazer intrigas, bagunçar, macumba e sei lá tudo que você quiser. Não importa o tempo. Deus esta acima de tudo. Estou vivendo. Continuo vivendo. Cada dia. Os momentos felizes e especiais vão crescendo a cada dia. Cada momento. Eu perdou tudo o que você fez contra mim e minha família. Eu sei como a felicidade alheia incomoda, mas será que valeu a pena? Será que vale a pena não dormir a noite? Será que vale a pena a incerteza de um amor? Será que vale a pena as olheiras?  Será que vale a pena ver a pessoa que "ama" triste, só para dizer que é seu? Será que vale a pena comprar a pessoa que ama? Isso é amor?


quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Aos poucos.

Não quero roubar o lugar de ninguém. Quero tudo que for conquistado, sem nada a mais. É chegado a hora de seguir. Sem pressa. Amando o novo aos poucos. Me auto descobrindo. Mudando o foco, como se olhasse a vida pelas lentes de uma câmera. As vezes é preciso ficar quieta. Sabe, as vezes tenho carências urgentes. E exageradas. Sou teimosa que demais, continuo tentando, continuo perdoando...As brigas,a grosseria e as mentiras, isso quase acabou, e se não fosse por todos os  problemas, eu não saberia ser deste jeito agora. Madura. Então eu quero dizer obrigada, pois isso me deixou muito mais forte, me fez aprender mais rápido. E  não precisei pisar em ninguém. Nem magoar ninguém. 

Outras intensidades

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...