sábado, 30 de junho de 2012

Palavras ou atitudes






" Quem vai dizer ao coração,
Que a paixão não é loucura
Mesmo que pareça
 Insano acreditar "
[Oswaldo Montenegro]

The Artist

Com o tempo descobri que não importa as palavras ditas, mas sim as atitudes. Pois algumas são falsas ou faladas em vão. E fica sempre uma pergunta, em quais acreditar. Em quais? Então, me falam para ver as atitudes, mas elas também estão confusas como ele. Como eu. O não saber o que sente. E sempre fica algo vago. Nunca finalizado. Corações sonham... Se iludem... Sorriem...Depois. Depois? Será que vai haver depois ou apenas a repetição dos dias. Tortos. Tristes. Saudosos. Felizes.

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Vai menina...

 
Vai menina, fecha os olhos. Solta os cabelos. Joga a vida. Como quem não tem o que perder. Como quem não aposta. Como quem brinca somente.
Vai, esquece do mundo. Molha os pés na poça. Mergulha no que te dá vontade. Que a vida não espera por você. Abraça o que te faz sorrir. Sonha que é de graça.
Não espere. Promessas, vão e vem. Planos, se desfazem. Regras, você as dita. Palavras, o vento leva. Distância, só existe pra quem quer. Sonhos, se realizam, ou não.
Os olhos se fecham um dia, pra sempre. E o que importa você sabe, menina. É o quão isso te faz sorrir. 
 
[Caio Fernando Abreu]



P.S: Eu queria muito escrever algo bonito, ou simplesmente algo, mas não consegui. Fiquei quieta e tudo que sentia e tentava transcrever para o papel era confuso demais ou incoerente. As palavras dançavam em minha mente como o ritmo das músicas ao fundo do quarto claro. Uma taça de vinho. Um caderno. Fotos pelo chão. Neblina. E um fio de esperança...

terça-feira, 12 de junho de 2012

" Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é.
Torna-te uma pessoa melhor e assegura-te de que sabes bem quem és tu próprio, antes de conheceres alguém e de esperares que ele veja quem tu és...
E lembra-te: tudo o que chega, chega sempre por alguma razão. " [ Fernando Pessoa ] 



segunda-feira, 11 de junho de 2012

" Pensou que seria melhor estar longe dali, ou talvez fosse melhor estar em nenhuma parte, com ninguém. Mas será que tinha nenhuma parte onde estar? "

 

sábado, 9 de junho de 2012

Novo.

" Podes abrir as janelas
Noites com sol são mais belas
Certas canções são eternas
Deixa o sol entrar... "
 E as coisas vão acontecendo e, as vezes, você não percebe. São sorrisos soltos. Aqueles bonitos, que vem da alma. Quando você se sente feliz por nada e por tudo. Sente vontade de pintar as paredes e depois o céu. E se chover, toma banho de chuva e espera pra ver o arco íris. Esquece as mentiras, mágoas, dores. E se faz feliz. Ou te fazem feliz. Simplesmente. Deixa um brilho no olhar e uma vontade enorme de viver. Como se tudo fosse pequeno, tamanho a sua felicidade naquele momento. E,então, você recebe uma mensagem, uma ligação, um convite, uma surpresa, um sentimento. E prolonga aquela felicidade que poderia ser momentânea. Mas é que, as vezes, as pessoas querem ficar. E querem te ganhar aos pouco. E te reinventar. Não você em si, mas os seus dias bons. Pra lhe fazer esquecer os dias tristes. E ajudar a acalmar a tempestade. Porque as pessoas que você gosta, quando menos se espera, te magoam. Que tal abrir as janelas e a porta do coração? Deixa entrar algo novo. Pode mudar sua vida.

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Esperando.

" Quero mudança total
Uma idéia genial
A ciência e o amor
A favor do futuro
Quero o claro no escuro "


 Já não se vê o relógio avisar que  as horas tem passado com pressa. Na verdade acho que o coração resolveu ficar quietinho. Assim, esperando que acabe o dia e com ele, aquela aflição no coração. Ou será mágoa?Pois hoje ela só quer que as palavras fiquem guardadas na boca, para que não hajam mentiras. Que o sorriso fique sem as taças de vinho e que o amor acabe assim, com o dia.

domingo, 3 de junho de 2012

Sonho [real]

" este tempo vai passar
Não se desespere, nem pare de sonhar
Nunca se entregue, nasça sempre com as manhãs
Deixe a luz do sol brilhar no céu do seu olhar
Fé na vida, fé no homem, fé no que virá
 Nós podemos tudo, nós podemos mais..." [Gonzaguinha]

Patricia Thomaz



E como se não houvesse mais dor, ela sonhou. Não algo imaginário, mas o que havia vivido a poucas horas. Então percebeu que não era preciso programar o que aconteceria, bastava deixar acontecer.

Outras intensidades

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...