sábado, 29 de dezembro de 2012

Por aqueles dias

 Os primeiros raios de sol passavam entre as janelas do quarto claro. O mundo continuava a girar. As flores na janela continuariam a sorrir. Sorriu, por um momento e respirou a sua paz. Lembrou dele sorrindo ontem ao dançar, sorrindo também ao entrar em casa, sorrindo ao vê-la sem graça e sorridente em sua direção. Embalados pela lua e as companhias agradáveis. Eles viveram o ontem. Aquele momento. Irritou-se consigo mesma por continuar a ter sonhos de amor e tentando esvaziar a mente levantou-se e foi caminhando até a cozinha onde prepararia uma forte xícara de café e prepararia ovos mexidos. Prendeu o cabelo. Pegou sua mochila preta. Amarou uma fita vermelha no cabelo. Desligou o velho computador. Fechou os olhos ficou parada apenas  observando tudo ao seu redor antes de se aproximar e tomar coragem para abri a porta e viver.Pois não quer mais viver que nem os filmes, quer uma vida real.


Outras intensidades

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...