Vazio.

 " Breathe in right away, nothing seems
To fill this place
I need this every time... " [ 3 door down ]
[foto google]


Abri minha gaveta de sentimentos. Tentei buscar algo que me fizesse sorrir. Encontrei lembranças. As mais doces e inesquecíveis. Haviam letras de músicas, papéis de bombons e cartas [ também tinha as que não enviei ], tinha um anel, pulseiras e outras coisinhas que guardei. Mas tinha também um vidro vazio e bonito.Enfeitado com fitas coloridas. Para alguns um pouco insosso. Não sabia porque estava vazio, só lembrava dos sorrisos trocados aquele dia. Olhava fixamente para o vidro. Queria preenche-lo. Assim, vazio, era muito triste. Andei pela casa procurando. Sentia falta de algo. Sentia falta. Voltei para o quarto e me sentei no chão segurando aquele vidro. Fiquei olhando para todos os sentimentos que cada objeto contia na gaveta, por menor e mais frágil que fosse. Senti saudade. Saudades de mim. Do meu sorriso meigo. Da menina que existia. E então uma lágrima escorreu pelo meu rosto. E uma a uma foi caindo. Uma sem querer caiu dentro do vidro. E resolvi então ali, em silêncio chorar minha dor e saudade. Para quem sabe aliviar. Adormeci. Quando acordei elas não estavam lá. Não estavam... Haviam evaporado. Fiquei triste, pois não adiantou. O pote continuou vazio. Mas então percebi que não foram apenas as lágrimas que haviam evaporado, mas um pouquinho da dor, da saudade.

Postagens mais visitadas deste blog

Sapatilhas azuis

Entre as paredes