quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Além do mar.

" Hoje a harmonia soou, pois eu queria só sentir
Duas palavras de tons coloridos de um pequeno aprendiz. " 
[João e os poetas de cabelo solto]



Ela queria respirar. Queria algo mais que cinza e branco. Queria um pontinho de cor. Sabe, dessas que invadem seu coração e faz seu corpo vibrar alegria. Nada falso. Nada de mentiras. Tinha a brisa, a areia branca, as nuvens e o mar.
Ela tinha medo do mar. Não era a água. Nem se era fria ou quente. Era o que havia depois... Depois das ondas. Ela queria algo diferente esse ano.  Não queria ficar só ali, molhando os pés . Queria além. Queria mergulhar. Prendeu seu cabelo. Fechou seus olhos.  E deu o primeiro passo. Seu corpo foi sumindo. Até não  ser mais vista. Mas o que não se lembrava era que não sabia nadar. E se desesperou. Quando uma mão segurou seu braço e a puxou até a areia.
Havia muitas pessoas a  sua volta. Umas davam risadas e outras queriam ajudar. Ela só queria  sumir. Se sentou e  ficou parada olhando as ondas se quebrarem. Alguém sentou-se ao seu lado e colocou a mão em seu ombro e sorrindo disse: " que aventura ". Ela sorriu  e disse: "é só o começo".
Eles se levantaram e foram caminhando na beira da  praia. Com sorrisos soltos e olhares brilhantes. Ela olhou pro céu e viu uma pontinha de azul.  O resto tinha um tom de dourado, amarelo, não sabia bem. Mas agora sabia que só dependia  dela para ir além.

Outras intensidades

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...