segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Sem olhar para trás.

" Mas as pessoas nas fotos estão tristes, e sozinhas, mas as fotos fazem o mundo parecer bonito. Então ficam exibindo, o que torna isso uma mentira, e todo mundo ama uma grande mentira."[ Closer ]


- Oi! Faz tempo que não nos falamos. Como você esta?
- Estou bem. Muito feliz. rs
- Ah!!! É... Ana me contou. Mas deve ser ruim passar por tudo isso, né?
- Tudo isso o que?
-  Juan. Ele ter feito isso com você. E ainda falar que você é louca. Mentir e que nem se lembra.Você é muito forte.
- Mas... Mas... Não. Não foi isso... Ele não fala isso. Nós vamos bem. E ele cuida de mim. Ele não mente pra mim. Sou a pessoa que ele mais confia. Isso tudo é... besteira.
- Desculpa. Só você ta falando isso. Ana, os amigos dela, enfim... é o que estão falando. Eles falam mal de você. Mas que bom que não é verdade então. Pois mesmo longe gosto muito de você e quero ver esse sorriso sempre . Não merecem suas lágrimas.
(Foi embora com as mãos no bolso e os passos vacilantes olhando para trás.)
- Segurando as compras do shopping ela sentou no banco e chorou. Chorou, mas foram poucas lágrimas, porque não podia acreditar. Não ele. Não ele que lhe enchia de beijinhos e lhe pegava no colo e lhe falava coisas bonitas. Não ele. E então lembrou das mentiras do passado . Lembrou da dor. E decidiu que não ia ser igual. Nunca mais. Fechou os olhos arrancou o colar que lhe deu do pescoço e jogou no chão. E nem se quer olhou para trás.

Outras intensidades

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...