segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Como filme em preto e branco

Na madrugada, meus pensamentos estavam soltos e tudo se misturava.Me falaram que não é possível ser feliz no amor o tempo todo. Que não existe conto de fadas, que eu tenho que parar de fantasiar e ver a realidade. E falei que tudo que escrevo e que conto em minhas histórias para as meninas são para que eu tenha esperança que tudo pode ser melhor e talvez assim eu acredite no que eu escrevo e faça acontecer o que elas representam. Ai, desculpa mas esse monte de palavras bobas.  É que as vezes eu queria escrever sobre dias felizes como nos filmes só para ver você sorrir.Mas sabe sábado eu fiquei feliz, e quis gritar ao mundo que as vezes o amor pode te surpreender. Não pela noite, sorrisos e alguns goles de cerveja, mas o encanto. Algumas lágrimas. Toques. Confiança.E algo mais que não se conta.Só senti.E veio o domingo. O sol brilhando e nós fugindo entre as sombras. Sorrisos. Abraços...Repousando em meu colo e eu o fazia carinho.Também cuidava de mim. Sabe, foi como em meus sonhos, deitados na cama coberto  por lençóis vendo um filme em preto e branco. Assim. Sem pressa. Como nos filmes...As vezes essas coisas simples tem mais cor. Tem mais luz.
 

Outras intensidades

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...