segunda-feira, 31 de janeiro de 2011


Minutos te levaram para longe e segundos te trouxeram de volta.
Tonta entre tantos vai e vem
Já não sei  onde é o meu lugar
Longe dos seus braços fico vunerável das maldades das pessoas
Perto sou fortaleza construindo meu castelo com sorrisos
Aproveito a brisa que balança minha saia bordada
Você me olha e vejo um sorriso brotar do canto esquerdo.
Em todo canto  sinto olhares sobre nós
Será que conseguem ver nossas feridas?
Será que veêm nosso amor?
Uma noite perfeita...
Hoje não é, não vai ser...

Esse calor faz minhas pernas estremecerem, parece que vou desmaiar...
Cabelo solto desalinhado, tatuagem  e um lápis preto borrado nos olhos.
Vou para um lugar só meu,  para gritar ao vento, ninguém mais aguenta ouvir aquele pranto no canto escuro do corredor.

Outras intensidades

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...