quinta-feira, 25 de novembro de 2010

parte II

...Estava cantando.Na verdade esperei o dia todo por você. Que bom que você voltou. Mas onde foi mesmo que parei? Ah! Sim...Realmente Natan era diferente de todos que conhecia.Ele me entendia e gostava das mesmas coisas que eu...Isso me assustou muito...
Todas as tardes ele ia para sua aula de boxe.Um esporte "agressivo", mas ele dizia que era um jeito de aliviar os problemas do dia-a-dia.Nunca deixava eu ir, também eu tinha curso de espanhol e muito trabalho...Não é verdade, eu sempre quis ir. Por que? Eu sempre me perguntei. Então fui escondida, me senti num filme de espião(rs). Me vesti de preto dos pés a cabeça, pois é, bizarro.Peguei um táxi e o segui. Entrei na academia e fiquei assistindo de longe seu treino.
Uma bela jovem entrou na arena e o abraçou. Ele a pegou no colo, enquanto ela acariciava seu rosto.Isso me revoltou. Minha cabeça estava doendo demais para pensar. Foi ai que corri até o encontro deles e gritando perguntei se era por isso que ele não deixava eu ver os treinos, se era para esconder a namoradinha "patricinha".Ele sorriu. Me deixou com mais raiva e sai batendo o pé como uma criança que não ganhou o doce que queria. Me puxou. Nossos rostos se encontraram. Ele roubou meu ar.Empurrei-o com força, mas não consegui afasta-lo os km que gostaria. Foi quando pela primeira vez pude olhar dentro de seus olhos...Fiquei encantada,mas depois me assustei e sai correndo chorando pelas ruas. Me tranquei no quarto e fique lá por dois dias...Não podia  mas vê-lo, não podia.
Minha mãe ficou preocupada, já que não comia e nem saia do quarto. Ela nunca me viu assim.Sentia uma dor horrível,não sei bem onde,mas sentia. Meus olhos estavam inchados, cabelo despenteado, unhas sem fazer e um quarto cheio de papéis com as tentativas de pedir desculpas.É o que eu devia fazer e não tive coragem. Sabe quando olhei em seu olhos, vi que ele era lindo, mas cego de um olho e por isso não me deixava ir aos treinos porque lá ele não podia usar os óculos. Aquela jovem, era a irmã dele. Quanta vergonha.
Na manhã seguinte ele veio a minha casa e conversou com mamãe que o deixou subir. Bateu em minha porta e antes que eu falasse qualquer coisa me pediu desculpas por ser tão burro e não ter me contado. Não entendi, eu que deveria pedir desculpas. Escorreguei pela porta e fiquei ouvindo sua história. Tão triste. Então o silêncio invadiu o espaço. Abri a porta e ele não estava mais lá. Havia uma rosa vermelha com um laço lilás escrito - "eu te amo". Sai e o vi virando o corredor. Antes que descesse as escadas o abracei. Ele me olhou tão envergonhado. Acariciei seu rosto e o beijei. Nossa! Não acredito ainda que fiz isto. Mas fiz e gostei. Tudo era tão leve. Ainda com o rosto colado, sussurrei em seu ouvido - " Isso é o amor? ". Ele respondeu- " É só o começo".
Se você me perguntar se agora entendo o amor, vou responder que não.Mas se me perguntar se o amo, vou responder sim.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Quem entende ?

Parte I


Ali estava ele. Sentado,chorando silenciosamente. Uma dor que não compreendia.Um olhar perdido, como se nada mais tivesse importância. Tudo era tão bonito , ainda lembro dos pássaros cantando ao fundo. As pessoas estavão tão felizes...Perguntei a mamãe o que ele tinha e ela me respondeu - é o amor querida. Prometi a mamãe que não iria amar, porque queria ser como os outros.Mas ela me disse que eles estavam amando também. Olhei a minha volta  e ... não sei, não entendi.
Desculpe minha indelicadeza, meu nome é Júlia e não sou nada normal. Sou conhecida pelos amigos como a "menina lilás". Não sei se é por causa do meu diário ou pela fita de cetim que uso no cabelo.Você deve estar rindo neste momento e imaginando -" que louca ", mas sou feliz do meu jeito e por enquanto, você é que é um estranho para mim.
Nasci numa cidade bem popular por suas belezas naturais, a cidade maravilhosa. Ousaria dizer, na minha opinião, a cidade da alegria. É assim que me sinto, feliz. Andando por entre as ruas com minha bicicleta roxa, os cabelos soltos e balançando ao vento, escutando minha seleção de música da semana.Não é tudo perfeito o tempo todo, mas aos poucos tudo fica no lugar. Só não me permito sofrer. Você deve se perguntar- " como? ".Não fico chorando enquanto os outros aproveitam a vida.
Vou confidenciar a ti uma coisa que não é fácil. Não entendo o amor. E muitas pessoas tentaram me explicar, mas foi em vão. Até ele chegar. Natan o menino dos óculos escuro.Tinha os cabelos negros e usava um jeans da moda. Nunca consegui ver a cor de seu olhos e isso me deixava curiosa.Não era popular, mas gostava das tontices que eu falava.Isso não parece muito legal, mas eu me divertia muito.Ele era diferente, as horas passavam rápido e eram felizes...
Nossa nem percebi a hora, já escureceu e nem consegui fazer meus deveres diários...Amanhã vou estar por aqui, espero que passe pra dizer um- " oi ".Assim conto o que aconteceu...

segunda-feira, 22 de novembro de 2010



Fecho os olhos
Te sinto chegando...
Com um beijo apaixonado
Abraço-te como se fosse a última vez
Sinto sua respiração ofegante
Fico tonta
Encontra a menina desperta
Explora-me sem pudor
Acarecia-me
Sinto o calor do seu corpo sobre o meu
Naquele momento me perco
Naquele momento te sinto meu
Naquele momento ... Não penso em mais nada
Embriago-me de prazer








 

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Confissões ao vento...


Estendo-lhe os braços quando desperto entre sorrisos. Logo percebo que é em vão, ela não me ama. Espero-a na varanda, como de costume, só para ver o brilho dos seus olhos, mas hoje é o dia que seu amado me rouba a felicidade. Sei que não posso ficar ocioso, mas ao mesmo tempo não consigo fazer nada.
O verão está maravilhoso, só chove. Ir a praia já saiu dos meus planos. Busco a fuga em filmes de ação, mas a única imagem que permanece é a dela. Sem dúvida, isso vai passar. Mas enquanto esse vazio não passa, resolvo correr na chuva que lava as ruas e disfarça minhas lágrimas.
Tem alguns dias que não a vejo e isso me inquieta. Será errado? Será que devo tocar a campainhia? O sol já esta se pondo atrás das montanhas e isso não me encanta como antes, não depois de passar as tardes conversando com ela no jardim, no meio das rosas. Tudo isso é tão... Lá esta ela com seu vestido roxo rodado, mas com o olhar triste. Permito-me chama-la. Como me fez bem ver que naquele momento o sorriso era para mim, fiquei em êxtase.
Desci correndo a escada, me faltou o ar. Queria abraça-la e sentir seu doce perfume.Roubei uma rosa vermelha do jardim e coloquei em seu cabelo.Ficou vermelha e tão meiga.Parecia ansiosa, olhar perdido, como se  esperasse alguém e eu poderia imaginar quem...Foi então que o viu chegando e seus olhos brilharam . Fiquei sem ação. Ela se levantou. Beijou-me o rosto e saiu correndo ao encontro dele.A rosa caiu do seu cabelo e parecia perder a cor, como eu. Como queria ser ele, como queria Deus tê-la em meus braços ao menos uma vez.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Carinho recebido...

                                                                     google



Renove com ação
(16/11/2010)

Esta chovendo
Vou lavar o corpo
Sentir o sabor
Da chuva
Deixando correr
Corpo abaixo
O que passou
Nada vai voltar
Nunca
Já se foi, deixo
Para lá
Aquilo que falou
Tudo acabou
Mas amanhã terá
O sol a brilhar
Trazendo novidade
E renovando
A minha feliz idade



De: Ulisses Reis®      http://ulissespoemas.blogspot.com/                             
Para : Patrícia S2


Um carinho maravilhoso do Ulisses. Suas palavras me fazem bem, ele possui o dom das palavras.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

... S2 ...

google



Quando o sol nascer vou abrir as cortinas e deixar seu calor me envolver. Tomar um banho quentinho, beber café, andar de bicicleta e regar o meu jardim ouvindo as músicas que gosto. Não prometo não chorar, mas hoje joguei o lixo fora e com ele uma parte de minhas tristezas - estavam amontoadas forçando-me a fazer o mesmo caminho sempre. Amanhã quero acordar sorrindo e te contar uma história. Te mostra meu  mundo e lhe presentear com um pincel  para que me ajude a colorir. Nos dias que não estiver aqui talvez uma parte fique em preto e branco, pois não é fácil. Vou lembrar então quando disse: " não precisa mais chorar, pois você é especial." Assim vou sorrir, mesmo que algumas lágrimas fujam , o importante é que o sorriso permanecerá.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Só por hoje...

google


Estou me esforçando para que fique tudo bem, mas as vezes se esforçar não é suficiente. As coisas não são como sonhamos, mas podemos construir sempre um futuro melhor. Tento ver o seu lado, mas não é fácil, mas é preciso. Eu fico bem até ficar sozinha. Principalmente quando não esta aqui durante a noite e ela faz de mim companheira e o vento se faz melodia para que minhas palavras soltas façam sentido e se torne canto. Na esperança que a lua me escute e ilumine meu coração para que você veja o brilho e não se perca. Perdoe-me essas lágrimas, mas suas palavras nem sempre são doces e isso dói muito. Tenho aproveitado cada dia como o último, mas alguns não são perfeitos, você não sabe como isso é difícil. Você podia ver o meu esforço, nem que seja uma única vez. Desculpe se não são as palavras certas para explicar o que sinto as vezes, mais me perco em devaneios e então tudo transborda.

Amanhã é um recomeço e meu coração vai sorrir para você.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Construção da vida.



Que Deus não permita que eu perca o ROMANTISMO, mesmo sabendo que as rosas não falam...
Que eu não perca o OTIMISMO, mesmo sabendo que o futuro que nos espera pode não ser tão alegre...
Que eu não perca a VONTADE DE VIVER, mesmo sabendo que a vida é, em muitos momentos, dolorosa...
Que eu não perca a vontade de TER GRANDES AMIGOS, mesmo sabendo que, com as voltas do mundo,
eles acabam indo embora de nossas vidas...
Que eu não perca a vontade de AJUDAR AS PESSOAS, mesmo sabendo que muitas delas são incapazes de ver,
reconhecer e retribuir, esta ajuda...
Que eu não perca o EQUILÍBRIO, mesmo sabendo que inúmeras forças querem que eu caia...
Que eu não perca a VONTADE DE AMAR, mesmo sabendo que a pessoa que eu mais amo pode não sentir
o mesmo sentimento por mim...
Que eu não perca a LUZ E O BRILHO NO OLHAR, mesmo sabendo que muitas coisas que verei no mundo
escurecerão meus olhos...
Que eu não perca a GARRA, mesmo sabendo que a derrota e a perda são dois adversários extremamente perigosos...
Que eu não perca o SENTIMENTO DE JUSTIÇA, mesmo sabendo que o prejudicado possa ser eu...
Que eu não perca o meu FORTE ABRAÇO, mesmo sabendo que um dia meus braços estarão fracos...
Que eu não perca a BELEZA E A ALEGRIA DE VER, mesmo sabendo que muitas lágrimas brotarão
dos meus olhos e escorrerão por minha alma...
Que eu não perca o AMOR POR MINHA FAMÍLIA, mesmo sabendo que ela muitas vezes me exigiria esforços
incríveis para manter a sua harmonia...
Que eu não perca a vontade de DOAR ESTE ENORME AMOR que existe em meu coração, mesmo sabendo
que muitas vezes ele será submetido e até rejeitado...
Que eu não perca a vontade de SER GRANDE, mesmo sabendo que o mundo é pequeno...
E acima de tudo... Que eu jamais me esqueça que Deus me ama infinitamente!
Que um pequeno grão de alegria e esperança dentro de cada um é capaz de mudar e transformar qualquer coisa, pois...
A VIDA É CONSTRUÍDA NOS SONHOS E CONCRETIZADA NO ÁGAPE! 


Padre Marcelo Rossi - ágape 

segunda-feira, 1 de novembro de 2010



"A gente se deu tão bem  que o tempo sentiu inveja ele ficou zangado e decidiu
Que era melhor ser mais veloz
  e passar rápido pra mim..."(Móveis C. do Acaju)

Eu não lembro de quando tentei lhe esquecer
Mas sei que não fui eficaz.
Tentei ser perfeita para lhe agradar
Mas não valeu a pena.
Escute toda essa melodia que embala meu corpo
Você me faz sentir viva.
Em seus braços eu sou real
Eu perco o fôlego
Fico confusa
Mas esta tudo tão claro...
Eu acredito no seu amor



Outras intensidades

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...