domingo, 10 de outubro de 2010

 
Ela nasceu nos braços do vento e tudo era tão puro...
Não conhecia o amor,nem a dor até ele chegar...



Já não era tão fácil como nos tempos de criança em que simplismente tudo era uma grande brincadeira. Em que tudo acreditava...Ele chegou silenciosamente e ele realmente queria ficar. Acho que ela tinha medo e tudo que realmente queria era voar.
Ela gostava de escrever e dançar. Ele fotografar e filmar. Não eles não tinham muitas coisas em comun talvez por isso se completavam. Ele queria sempre mais dela e ela não conseguia entender, já havia se entregado de corpo e alma. Tinham formado uma família e ele se sentia feliz , mas também um vazio por não conseguir conquistar seus sonhos  e agora ele a culpava e essa culpa a fazia sofrer.  
Toda noite  ela esperava ele dormir e debruçava na janela que ficava em cima da cama, ele nunca viu, ela cantava e chorava. Tantas vezes tentou deixá-lo para ele ser feliz, mas sempre acabavam entre os lençóis e sorrisos, porque se amavam. 
Eles escolheram um amor em liberdade e realmente puderam ver que os fios de luzes ainda brilavam. Aquele amor ainda era inocente, mesmo com tantas mágoas. Não se arrependeram dos erros porque com eles aprenderam o caminho certo. Ele e Ela estão caminhando livre pelas ruas, mas juntos. Desculpem não contar o final, mas é que eles estão construindo....




S2

Outras intensidades

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...