domingo, 9 de maio de 2010

       " Os filhos são para as mães as âncoras da sua vida. "
Sófocles
















Acordar e não se sentir só. Saber que dentro de seu corpo esta sendo gerado uma nova vida, fruto de um grande amor. Que tudo o que você sente é compartilhado de uma  forma divina. Nove meses se passam e chega a hora do nascimento, o coração acelera, uma lágrima que rola pelo rosto suavemente e morre num sorriso que contagia todos a sua volta.
Um choro e agora ela estava em meus braços. Parei e decorei cada detalhe de seu rosto em meu coração. Não conseguia falar. Apenas admirava ela dormindo, se sentindo segura no colo, dependendo de mim para tudo. Ela confiava em mim e eu nela.
Ela abriu os olhos lentamente e o mundo parou naquele instante. Segurou minha mão como se tivesse com medo do mundo desconhecido que estava a sua volta, então ficamos nos olhando por um tempo que não sei ao certo.
Foi então que compreendi  tudo o que minha mãe  falava. O medo de que minha filha sofra, a curiosidade de saber qual profissão irá seguir, do " príncipe" que lhe fará feliz, das noites acordadas, dos abraços nos momentos de aflição, da cumplicidade nos momentos felizes... Simplesmente de se doar por completo, capaz até de dar a sua vida só para ver um sorriso no rosto do ser que mas amamos, nossos filhos. E isso tudo ainda não explica o que é ser mãe.


Feliz dia das mães!

Outras intensidades

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...