segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

 Encosto minha cabeça no travesseiro. Minha alma chama por algúem. Niguém me ouve, meu coração chora. Sabe quando não tem com quem falar e fecha os olhos para não gritar... Quando a solidão resolve invadir o dia e destruir os sonhos, quanto tempo perdido e sozinho. Basta apenas esconder a menina peralta que perdeu sua inocência e se tornar a mulher que todos esperam. Espera de uma mulher forte, que siga em frente, que pedrifique seu coração e apenas faça o que acham que é certo. Pois o alguém que se espera que apenas ame e aceite suas imperfeições para salvar um coração aos poucos morre...


P.S:  poucas palavras escritas pela noite que atormentam um coração, que não tem lógica para maioria, mas que para o alguém é...pense como desejar!

Outras intensidades

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...