domingo, 6 de dezembro de 2009

Entrega

Manhã de primavera e mais uma vez você veio a me despertar com um doce beijo. Mas desta vez era diferente pois nossos corpos ardiam de desejos, não dava para controlar. Uma voz ao fundo nos chamava, mas nossos corpos eram imcapazes de responder.Você num ato doce segurou em minha mãos, colocou minha cabeça em seu ombro e com um leve sorriso me disse:
- Bom dia, minha gatinha!
Controlei minha respiração ofegante e juntos tomamos o café da manhã, nenhuma palavra foi dita, mas nos olhavamos como se não houvesse nada ao nosso redor. Fomos para a sala de vídeo, você ligou a tv e o dvd, pegou a pilha de filmes e calmamente escolheu, sentou-se ao meu lado. Acariciou meu cabelo, deslizou a mão por meu rosto e segurou minha nuca presenteando-me com um beijo ardente que tirou meu fôlego. Num impulso fui tomar banho.
 Tirei meu vestido preto ainda com as pernas trêmulas entrei no banho, abri a água e fechei os olhos, deixei a água cair pelo meu rosto. Tive uma sensação de rosas acareciando meu corpo, mas seu toque era quente como as chamas insasiáveis de uma fogueira. Abri os olhos e o vi como um anjo moreno, alto,de braços largos, magro , me observando com admiração. Me aproximei e antes que percebecemos, nos entregamos a uma paixão ardente onde as palavras eram impróprias e apenas os sussuros competiam com o silêncio...

Outras intensidades

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...