domingo, 6 de dezembro de 2009

Descoberta do horizonte



Preciso correr para me afastar de tudo, fugir do mundo e bem longe talvez sobre um rochedo me sentar e lá ficar contemplando o infinito triste,para fugir do meu medo de me perder nos teus segredos, olhando você que se esconde, querendo não ouvir minhas queixas... Não compreendes!

Que não me importa o que os outros falam, só me importa o prazer de sonhar sem ninguém saber, para  ninguém julgar o meu modo de te admirar.Pois com um olhar, por mais que esteja perdido pelo caminho, neles posso ler o que pensas.Antes que eu adoeça e desfaleça, antes que amanheça e você desapareça, sob seus cuidados preciso estar para quando a hora chegar ter forças para esquecer a dor.Pois sou parte de uma parte que é você e que faz parte de mim. Sou vida de uma vida que resume minha razão de ser. E cada canção que me traz, traduz você na justa proporção.Você é paz, é metade, éo paixão é minha oculta viagem pela descoberta do horizonte.

Outras intensidades

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...